cassete

CASSETE|”Canções de Faca & Alguidar” – La Chanson Noire

Por em 26 Jan 2008

“Canções de Faca & Alguidar” é uma edição da netlabel Necrosymphonic Entertainment; uma edição digital que ganhou igualmente uma formato físico, numa edição em cassete limitada a 40 unidades – sim, em cassete. La Chanson Noire é um projecto pessoal de Carlos Monteiro (The Dead Poets).
Sobre “Canções de Faca e Alguidar”, registo de estreia de La Chanson Noire, talvez dizer que tem apenas quatro temas: dois no lado A, em português, com os temas “Construir Monstros” e “Fado Meu”, e dois no lado B, com os temas “Food for the worms” e “Fuck me”. La Chanson Noire é essencialmente um projecto de voz e piano – às vezes com bateria e algumas cordas, o que faz ressaltar todo o carácter melodramático do som, da poesia, de todo o ambiente envolvente; uma negritude que paira constantemente no ar. São canções negras numa ideia de base conceptual, onde vivem “três personagens: Iktush Nosfellatio, Charles Sangnoir e João Semnome. A iconografia escolhida é a do cabaret decadente tornado joelhódromo de Fátima, ou a de casa de fados tornada açougue – Um galo de barcelos semi-cadáver ou um pastel de Belém com haxixe” (1). Nela vão sobrevivendo.
Há algo de intrigante em “Canções de Faca & Alguidar”. Há um sentimento de estranheza e distância que nos acompanha ao longo dos quatros temas de “Canções de Faca & Alguidar”; ao longo das palavras de Carlos Monteiro, a quarta personagem deste elenco, o veio de uma ligação à realidade.
A ouvir; não custa nada!

iniciar #1 – Construir Monstros
som “Canções de Faca & Alguidar” – La Chanson Noire


“Canções de Faca & Alguidar” – La Chanson Noire (Necrosymphonic Entertainment, 2007)

tipo Alternativo
sítio www.myspace.com/lachansonnoire
sítio www.necrosymphonic.com

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.