A TROMPA

Disco da Semana


artigos recentes


LIGAÇÕES QUENTES


Arquivo


“Lamia” de Blind Charge

Rui DinisRui Dinis

Nascidos em 2002, os Blind Charge são formados por Pedro Ferraz (voz), Telmo Martins (guitarra), Márcio Pereira (baixo) e Daniel Ferreira (bateria) . Lançado no ano passado, o álbum “Lamia” continua a ser o mais recente cartão de visita da banda portuense. A trompa aplicou-lhes a chapa 7:

1. Porquê e como nasceu o nome Blind Charge?
O nome Blind Charge surgiu com o intuito de denominar a nossa posição na música. A nossa postura a criar música é livre de filtros e com uma energia cega. Era necessário escolher um nome que liderasse a nossa postura enquanto músicos.

2. Numa frase apenas, como caracterizam o álbum “Lamia”?
“Lamia somos nós quando beijamos alguém que nos nasceu cá dentro”.

3. Foram necessários cerca de 10 anos para que surgisse o primeiro álbum dos Blind Charge. Foi muito tempo? Ele é tudo o que sempre quiseram fazer ou ficaram ainda algumas pontas soltas?
Foi o tempo necessário. Nós formamos a banda ao mesmo tempo que começamos como músicos. A Lamia surgiu numa altura em que julgamos importante dá-la à luz. As músicas mereciam sair cá para fora. Tivemos a sorte de nos rodear das pessoas certas para nos ajudarem no parto. Foi feita com muito suor.
Pontas soltas? Julgo que Lamia retrata bem o pretendemos dela. É um disco puro, sem pressões externas e feito com muito amor.

4. A mensagem é importante para os Blind Charge? O que pretendem transmitir neste disco?
Este disco não pretende liderar ninguém. É um disco despretensioso. Pretendemos apenas que a mensagem seja sincera, verdadeira. Quando assim é, julgo que qualquer pessoa se pode rever em muitos dos ambientes e narrativas que descrevemos no disco.

5. Para além do belíssimo site, o disco foi distribuído gratuitamente na Internet no seu formato digital. É para vocês clara esta aposta forte na Internet? Porquê?
A internet é hoje em dia uma ferramenta indispensável para uma banda promover o seu trabalho. Decidimos disponibilizar o disco gratuitamente na internet ao mesmo tempo que o lançamos fisicamente. É necessário perceber como funciona o mundo hoje em dia. Gostamos tanto do disco que queríamos que este chegasse a qualquer pessoa que o quisesse. Daí surgiu a possibilidade de o por gratuitamente na internet. Quem pretender comprar o disco em formato físico e disfrutar do belíssimo artwork, também o pode fazer. Queríamos que o formato físico oferecesse algo mais às pessoas. Daí o disco fisico ter uma grande narrativa visual presente e oferecer a possiblidade de o usar no site da Lamia para uma experiência interactiva.

6. Para quem não vos conhece, o que podem esperar as pessoas que vos forem ver ao vivo?
Podem esperar um concerto cheio de energia e uma parede sonora fortíssima. Somos uma banda que gosta de estar em palco e de espremer as canções com muito suor.

7. Como vai ser o futuro próximo dos Blind Charge?
O futuro será feito com muitos concertos e com expectativas cada vez mais elevadas. Queremos chegar a cada vez mais e melhores sítios. Por isso estejam atentos, pois vamos voltar à carga.

Blind Charge – “Lamia” (Ed. Autor, 2012)| ROCK | Download Legal de “Lamia”
www.blindcharge.com
www.myspace.com/blindcharge
www.facebook.com/blindcharge

Rui Dinis
Author

Rui Dinis é um pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado intermitentemente desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Comments 0
There are currently no comments.