crítica

“O Meu Cão Toma Prozak” – O Meu Cão Toma Prozak

Por em 15 Abr 2004

O Meu Cão Toma Prozak.

O cão, essa figura central do universo musical da “gandabanda”, essa figura que por sinal até toma o tal do Prozac. Entende-se.”Gandabanda” dizem eles em tom humorado, o Guitas, o Moreno, o Calhas, o Jorge e o Eduardo.
O cão, esse animal que vagueia descontraídamente pelas pautas que conduzem o som da “gandabanda” pelas mais variadas linhas de um rock pop popinho tipo pastoril dizem algures, tendo como pano de fundo o riso e a boa disposição.
Cinco temas, apenas cinco temas tem este EP promocional que nos leva orientadamente por um caminho em direcção à desorientação contextual. Não perceberam? eu tento explicar: o som e a interpretação é interessante e às vezes até original, as letras têm graça, muitas vezes só graça, será a hiena que anda a dar no Prozac? o objectivo parece ser quase sempre proporcionar algum divertimento a quem ouve e a quem toca e isso talvez resulte, talvez… Fica a faltar definitivamente algum conteúdo pois novidades novidades não se vislumbram muitas.
Será que se o bicho fosse um gato não tomaria Xanax? o resultado seria o mesmo.
O cão está aí, com o homem rã e o rei nómada atrás para divertir. Parece ser só esse o objectivo da “gandabanda”. Se for parece atingido.


“O Meu Cão Toma Prozak” – O Meu Cão Toma Prozak

01 Net Point
02 Rendez Vous Plaza
03 O Homem Rã
04 PPCDÓCKAE
05 Rei Nómada

Sítio:www.omeucaotomaprozak.pt.vu

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.