curtas

No Verão com Cochaise

Por em 4 Set 2011

Para os Cochaise, 2011 ficará certamente como o ano da edição do seu álbum de estreia, “Mini Homónimo” (Edição de Autor, 2011); um disco a conhecer. Filipe Sambado respondeu ao nosso desafio:

Porquê e como nasceu o nome Cochaise?
Na noite, de um dia de acupuntura, a Cláudia ressacou com alguma febre e enquanto eu e o João nos excedíamos em barulho, ela enquanto dormia e acordava, leu num qualquer filme da RTP2 o nome Cochaise. Sendo que a única adulteração da palavra foi fonética em vez do som Americano, achámos por bem que soasse a Francês.

O que move os Cochaise?
Nesta questão só posso falar por mim, mas sem grandes metafísicas a música em si. Ouvir um bom disco e querer ir fazer um melhor, um instrumento novo ou a obsessão de desvirtuar um conceito.

Um adjectivo que vos caracterize como banda?
Fogo! ahhh… gingona.

Numa frase apenas, como caracterizam o novo disco?
Um disco com pretensões a excelente disco.

Se tivessem de escolher a faixa que melhor encarna o ‘espírito’ dos Cochaise, qual escolheriam? E porquê?
Essa é difícil porque nos caracterizamos nesta heterogeneidade sonora. A minha preferida é a O Sol e o Amor, mas não é a mais significativa, talvez a Porquê reúna mais características.

Apontem duas razões para ouvir – quiçá comprar – o vosso novo disco?
Vais ser uma epifania para se recordar daqui a anos como um disco do caraças e havendo apenas mil cópias, muitos serão os que irão mais tarde desesperar por não ter aproveitado o irrisório preço de cinco euros.

Querem propor um disco da música portuguesa que vos tenha agradado nos últimos tempos – o vosso não vale?
A última vez que senti, que tinha de ir gravar um disco novo a correr, foi depois de ouvir o Segundo Disco Ainda Sem Nome d’O Cão Da Morte.

Para os Cochaise a Internet é…
Meio de informação e divulgação.

Há quem insista que o rock morreu.Morreu ou não?
Acho que não, começaram-lhe foi a chamar muitas coisas diferentes. Acho que por ligar pouco a isso, é que acabo por dar o tipo de Input que dou aqui.

Como vai ser o resto do Verão para os Cochaise?
Espero que a partir de Setembro, quando nos reunirmos, cheio de concertos.

Ouvir “Mini Homónimo”

foto de cochaise
Foto: © Maria Henriques

| POP | INDIE |
www.cochaise.com
www.myspace.com/cochaise
www.facebook.com/cochaise

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.