em síntese

“Extimolotion” – AbztraQt Sir Q

Por em 20 Nov 2010
Quase sempre por caminhos travessos; travessas escondidas, ruas menos pisadas e repisadas pela normalidade das horas dos dias. Sempre foi assim e assim continua a ser o universo sonoro dos AbztraQt Sir Q. O que também não é uma surpresa; surpresa é a capacidade de sobrevivência e afirmação do projecto de Andy Newman, o tal baterista pedante, Egon Crippa, o  mesmo baixista esquivo, Mundina Moruniq, a vocalista exibicionista de sempre e Peter Shuy, o tal guitarrista neurótico. Era assim no ano de “Qorn Pop Garden” (Meifumado, 2008), assim é hoje, mas muito melhor. Há já um espaço muito próprio na moderna música nacional para os AbztraQt Sir Q. É um espaço dedicado àqueles que não se deixam aprisionar por facilitismos, por alguma normalidade, preferindo  seguir os caminhos transviados da criação. Os caminhos que transportam os AbztraQt Sir Q por uma certa singularidade no panorama rock actual deste país. Uma singularidade feita de criatividade e gozo. O gozo de criar. É assim “Extimolotion”; e ainda bem.
O álbum foi produzido, gravado, misturado e masterizado por Zé Nando Pimenta, nos estúdios Meifumado, e é mesmo para experimentar!

Ouvir AbztraQt Sir Q

capa de Extimolotion
“Extimolotion” – AbztraQt Sir Q (Meifumado, 2010)

01 Extimolotion
02 Que Bien Ganado
03 Pazzion
04 Amamim
05 Hero Won Heaven
06 Nau Iz Now
07 Sieg
08 Really Gem
09 Pin & Puq
10 Bone You Feel

género: alternativo
www.abztraqtsirq.org
www.meifumado.org
www.myspace.com/meifumadofonogramas

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Breves do Twitter
PUB
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.