em síntese

“Inward Beauty|Outward Reflection” – Kandia

Por em 21 Set 2010
Em termos gerais, o álbum de estreia dos Kandia não é uma surpresa; já estávamos avisados pelo EP “Light” (Edição de Autor, 2008). Mas depois, mergulhando a fundo em “Inward Beauty|Outward Reflection”, é bela a surpresa. E é uma bela surpresa pelo seu todo; porque tem uma produção convincente; pelo trabalho apurado de composição; pela execução; pela voz feminina que nos convence ao fim da primeira frase.
Produzido pela banda e pelo incontornável Daniel Cardoso,  “Inward Beauty|Outward Reflection” deixa transparecer um amadurecimento brutal dos Kandia, parecendo este capaz de se impor em qualquer parte do planeta. Musicalmente, são canções sedutoras, todas, momentos de um rock-metal executado com paixão.  Se a secção rítmica cumpre com distinção, é a guitarra que domina do princípio ao fim; é ela que adorna com riffs e momentos de variada intensidade o disco de estreia dos Kandia. Depois, sobra a voz de Nya Cruz para completar o quadro de emoções fortes  que compõe “Inward Beauty|Outward Reflection”. É um disco feito de emoções.
Melodiosas emoções; melodiosas canções.

capa Inward Beauty, Outward Reflection
“Inward Beauty|Outward Reflection” – Kandia (Edição de Autor, 2010)

01 Intro
02 Paranoia
03 Into Your Hands
04 Hold On To Me
05 Inwards
06 All I Need To Know
07 Reflections
08 Y.S.L.E.
09 Love Me As I Am
10 Rise ‘09
11 Waste My Time

rock
www.kandiamusic.com

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.