COMPARTILHE

meninoprodigio

Roqueiro e interventivo, é este o novo José Cid de “Menino Prodígio” (Acid Records, 2015). Na verdade, é o José Cid de sempre, neste novo disco recuperando parte da sua vida de figura proeminente da história do rock nacional (O Cid progressivo; o Cid do Quarteto 1111). “Menino Prodígio” explica isso tudo em 2015.

DEIXE UMA RESPOSTA