novidades

NOVIDADES|”Metamorfose” – Cazino

Por em 1 Jul 2009

Grupo formado por Duda (voz), Alexandre Almeida (guitarra), Domingos Alves (teclados), Nuno Almeida (bateria) e Daniel Carvalho (baixo), os Cazino  acabam de lançar o seu álbum de estreia. Com o título de “Metamorfose”, o novo disco dos  Cazino é uma das últimas novidades da pop de expressão portuguesa.
“Lição de voo” é o single de avanço.

ouvir

capa de Metamorfose
“Metamorfose” – Cazino (ArtHouse, 2009)

género: pop
sítio sítio

TAGS
RELATED POSTS
10 Comentrios
  1. Rui Dinis

    13 Ago 2010

    Com serenidade…

  2. carlitos

    13 Ago 2010

    Não sou nada a favor do plágio e mesmo da inspiração acho que ela deve ser referida. Mas quem se deve queixar são os interessados. Não acho que a caça à bruxas funcione adequadamente. Até parece que só em Portugal é que há plágio. O Peter Waterman (dos Stock Waitken e) dizia há alguns anos que havia muita coisa tirada da música clássica. Em portugal temos casos como o “Minha Cidade” do Paco Bandeira, “Recordar é viver” e parecido com o L”eté Indien”, o “Verdes Anos” é similar ao “Summer time”, um dos últimos do David Fonseca parece que é inspirado no “Pensando Em ti” que o António Pires diz por sua vez que era baseado num tema do Piazolla. Muita da música já foi inventada e por vezes há pretensos plágios que apareceram por acaso porque as melodias estão na cabeça desses autores . Por vezes pode ser uma forma do autor trabalhar, pode ser criticável mas pode acontecer. Não me parece que a caça às bruxas (de alguns blogs ou de alguns comentadores que preferem comentar o que não gostam em vez de elogiar o que apreciam) não deva ser incentivado apenas por mera perseguição tipo anti-DZART, anti-Tony Carreira ou anti-Cazino. Se aproveitassem esse tempo dispendido a promover o que gostam talvez fosse uma melhor acção.

  3. DOROTEIA CAÇÃO

    13 Ago 2010

    Olá BOA NOITE A TODOS, especialmente ao Alexandre e Nuno, elementos com quem hoje mesmo conversei juntamente com o “RINGO”. PARABÉNS pela vossa música e interpretação. A Música Portuguesa fica mais rica com esta BANDA pois tem qualidade e cantado em português (que por vezes se torna difícil) mas com a vossa qualidade conseguem ultrapassar e anular “o dificil”. Adorei, reportei-me ao tempo da minha meninice, à +epoca de uma banda que eu sempre gostei e fiquei eternamente apaixonada “OS BEATLES”. Todo o vosso conjunto, a vossa magia em palco (acabei de ver os filmes), a vossa postura, a doçura no cantar , a melodia que não fere os ouvidos e muito menos o cérebro, são de facto uma continuidade dos “beatles”. PARABÉNS. PORTUGAL necessitava urgentemente de músicos como vós, ESTOU FARTA DE MÚSICA. desculpem a expressão MÚSICA PIMBA, adoro música, faz bem á alma ao espírito, a Música deveria ser administrada de imediato na pré -primária e a vossa BANDA sinto-a como BÁLSAMO. MUITOS PARABÉNS “VIZINHOS”.
    Prossigam com garra, euforia e sempre com esse sentido musical de “melodia de anjos modernos”, é assim que eu vos vejo.
    Beijinho.
    Doroteia Cação

  4. Rui Dinis

    30 Jul 2009

    Cara Joana

    Gostaria de ter mais tempo e paciência para trocar algumas palavras consigo, mas infelizmente não tenho; motivos haveria certamente. Sobre a isenção do blogue, em sentido lato, claro que não é isento. a trompa é um blogue dos antigos, um espaço da inteira responsabilidade do seu autor. Só escrevo nele o que me apetece, sobre quem me apetece, quando me apetece.Se fosse para andar à vontade da Joana, dos Cazino ou do Sr. Meireles, não teria certamente um blogue – e teriam de me pagar para isso. É importante perceber que este é um espaço pessoal que partilho com quem me quiser ler há mais de 5 anos e que sobre os comentários, não tenho por filosofia apagá-los, muito menos neste caso em que a resposta foi dada.
    E não, não sei contar compassos; e como lhe disse, infelizmente também não tenho tempo para aprender…e sim, de música também percebo pouco. Nada que impeça este blogue de ter 10.000 posts no seu arquivo e mais de 1000 leitores por dia.

    Rui Dinis

  5. JOANA

    30 Jul 2009

    NAO FOI DE TODO MINHA INTENÇAO AMEAÇAR NINGUEM APENAS VOS ALERTAR QUE QUANDO SE ACUSA ALGUEM DE ALGO SEM SUSTENTAÇAO JURIDICA CORRE-SE O RISCO DE SER ACUSADO DE DIFAMAÇAO.SEI BEM Q NAO FORAM VOCES MAS AO POSSIBILITAREM Q ALGUEM O FAÇA NUM ESPAÇO DA VOSSA RESPONSABILIDADE,CORREM O RISCO NO MINIMO DE SEREM CONIVENTES…..E COMO E’ ESTE ESPAÇO Q POSSIBILITA Q OUTROS O FAÇAM…. E’O Q A LEI DEFINE COMO CRIAÇAO DE CONDIÇOES PARA……AOS OLHOS DA LEI E’ TAO CRIMINOSO QUEM PRATICA OS ACTOS COMO QUEM CRIA CONDIÇOES PARA O MESMO ACONTECER……
    E COMO OS CAZINO NUNCA VAO SER ACUSADOS DE PLAGIO POIS A PROPRIA DEFENIÇAO DE PLAGIO OS ILIBA…….N TEM OS COMPASSOS NECESSARIOS PARA TAL….EU N QUERIA CRIAR UM BLOGUE PARA Q OUTROS O USEM PARA DENEGRIR OUTROS,ZELARIA PELA SELECÇAO CUIDADE E RIGOROSA DOS POSTS…..OU AXA BEM Q QUEM AQUI PASSE FICA C A IDEIA Q OS CAZINO PLAGIARAM ALGO,QND ESSA AFIRMAÇAO N TEM NEMHUM VALOR JURIDICO????E DENEGRE CLARAMENTE A SUA IMAGEM????ISTO E’ BRINCAR COM O TRABALHO DE OUTROS…
    EU NAO CHAMO A ISTO LIBERDADE DE EXPRESSAO MAS SIM USURPAÇAO E DISTORÇAO DA MESMA.Q SOCIEDADE E’ ESTA Q QUALQUER UM SEM SUSTENTAÇAO,PROVAS OU CONHECIMENTO DE CAUSA ,PROFERE ACUSAÇOES TAO INSINUOSAS,E NADA LHE ACONTECE?????E’ Q SE PERDER 5 MTS NOUTROS BLOGUES VERA’ Q ESSE SENHOR N TEM OUTRO PROPOSITO A NAO SER DEITAR ABAIXO OS CAZINO.NA MINHA CASA TAL N ACONTECERIA MAS O BLOGUE E’ SEU……..VOLTO A DIZER SE PERCEBER ALGO DE MUSICA,E SOUBER CONTAR COMPASSOS VERA’ Q N E’ PLAGIO,MAS SECALHAR O SEU BLOGUE N E’ ASSIM TAO ISENTO

  6. Rui Dinis

    30 Jul 2009

    Cara Joana

    Aqui, neste blogue, não se corta a palavra a ninguém, a menos que se entre numa baixeza de nível verdadeiramente inaceitável no palavreado utilizado. Não foi o caso e nunca aconteceu neste blogue. Quanto ao resto, chama-se liberdade de expressão e opinião e direito à resposta. Foi o que aconteceu.
    Sobre a velada e anedótica ameaça a este blogue, esteja – ou estejam – completamente à vontade, o meu nome é real.

    Cumprimentos

    Rui Dinis

  7. JOANA

    30 Jul 2009

    POIS SO E’ PENA ESSE SR RAUL MEIRELES Q NA REALIDADE SE XAMA MARIO L. E E’ MUSICO DE UMA BANDA,MAIS OU MENOS CONHECIDA ,E Q SOFRE DIRECTAMENTE COM O SURGIMENTO DOS CAZINO N SAIBA CONTAR COMPASSOS,LOGO FACILMENETE XEGARIA A’ CONCLUSAO Q NAO E’ PLAGIO.SE A SUA INTENÇAO N FOSSE OUTRA A NAO SER DENEGRIR OS CAZINO PODERIA CONSTACTAR Q A MUSICA DOS CAZINO N TEM,NO CASO DOS RASMUS UM COMPASSO E MEIO E NO SOMEWHERE AI ENTAO NEM UM TEM…….
    ESPANTA-ME E’ DEIXAREM ESSE SENHOR DIZER O Q LHE APETECE,E NESTE CASO ATE SAO MUITO GRAVES AS ACUSAÇOES E PODERAO LEGITIMAR OS CAZINO PROCESSAREM TANTO O VOSSO SITE,COMO A PESSOA EM QUESTAO,MAS COMO SABEMOS Q O NOME E’ FALSO…..
    E’ TRISTE QUALQUER PESSOA PODER ACUSAR OUTRA SEM SABER DO QUE FALA,ESTE SR E’ MUSICO MAS NEM COMPASSOS SABE CONTAR,E OUTRAS LHES DAREM ESPAÇO PARA PUBLICAR AS MENTIRAS Q QUEREM….
    NO MEIO DISTO TEM Q SE AFIRMAR Q OS CAZINO SAO DENAIS E PELA QUALIDADE Q DEMONSTRAM VAO ARRASAR,VENDO A MOSSA Q JA CAUSARAM A OUTROS QUE VEM POR ESTES MEIOS TENTAR DEITA-LOS ABAIXO,QND PELA MUSICA JA NAO CONSEGUEM
    MAIS UMA VEZ, ACUSAR OUTROS DE PLAGIO QUANDO PELA DEFENIÇAO DADA,A MUSICA N E’ PLAGIO,DEMONSTRA Q A UNICA FINALIDADE E’ MALDADE,DOR DE COTO…….
    SR MARIO L DEIXE-SE DISSO

  8. Rui Dinis

    13 Jul 2009

    OLá Raul
    Obrigado pela clareza da exposição
    Abraço

  9. Raul Meireles

    12 Jul 2009

    Analisando a música dos Cazino, facilmente nos apercebemos que não é mais que uma colagem de dois plágios, sendo que o segundo tema que dá origem ao refrão “Somewhere over the rainbow” já está em dominio público poderemos considerar isso “inspiração”, pouco ético, mas tudo bem. Em relação ao plágio do tema “Liquid” dos Rasmus, isso já não se aplica. Como poderá comprovar, é mesmo plágio, descarado. Este tema eo plágio é comentado em imensos sites, inclusive do Blitz bem como existem videos demonstrativos no youtube.

    Citando um trabalho de ética que se encontra aqui: http://www.slideshare.net/diogines/trabalho-de-tica-plgio-presentation :

    “O plágio é o acto de assinar ou apresentar uma obra de qualquer natureza contendo partes de uma obra que pertença a outra pessoa sem colocar os devidos créditos para o autor original da mesma. ” (soa familiar?)

    . A categorização do plágio é difícil e variável.
    . Em músicas com ritmos iguais pode não haver plágio.
    . Podem haver frases idênticas que não são consideradas plagiadas
    . Cover (versão) não é plágio.

    Como identificar o plágio:
    – Compassos idênticos: A lei diz que duas músicas não podem ter mais de 4 compassos iguais. Vale a pena lembrar que nem sempre ritmos parecidos são plagiados.

    – Letra da música: Duas músicas não podem ter letras idênticas, nem se pode copiar as chamadas palavras rítmicas ( por exemplo: ” Tê-tetere-teretetê”)

    – Ritmo e “batida”: Duas músicas diferentes podem ter ritmos e “batidas” muito semelhantes, para “desempatar” isso usam-se três conceitos: Análise da letra, análise das notas e consenso entre os autores. ”

    A música descrita é plagiada quer pelo surripianço de quatro compassos, quer pelo uso abusivo de palavras rítmicas. E quem faz comentários desse género, ou é um elemento do conjunto ou é um completo ignorante no que concerne a noções musicais.

  10. antonio

    10 Jul 2009

    ESTE ALBUM E’ UMA LUFADA DE AR FRESCO NA MUSICA PORTUGUESA COMO A MUITO NAO SE VIA.AS CANÇOES AGARRAM-NOS DA 1A A’ ULTIMA MUSICA.TOU APAIXONADO!BRAVO CAZINO!GANHARAM UM GRANDE FA

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.