faixa a faixa Featured olhares

Brito Ventura sobre “Até Sempre”, faixa a faixa

Por em 1 Dez 2013

atesempre

Eis algumas palavras sobre “Até Sempre”, o disco de estreia de Brito Ventura & Os Desalinhados. São palavras do próprio:

Até Sempre, é uma canção que fala de um amor perdido, em que as recordações porque muito presentes, trazem à tona o sentimento de perda, numa constante que se divide entre a realidade e a ilusão.

Quem Eu Sou, é assumidamente de uma canção autobiográfica, um retalho de passado e de presente.

Mais Ninguém, é uma simples declaração de amor, na qual a voz feminina simboliza o eco da duvida sobre a possibilidade de um amor tão abrangente.

A Promessa, é uma canção que versa sobre a nossa fragilidade, sobre a humana necessidade de redenção pelos erros cometidos.

Perto de Ti, exorta uma paixão escaldante que nos vicia.

A Vida É, é uma canção que retrata a eterna e permanente luta entre o bem e o mal.

No Passar do Tempo, tem esta particularidade, inicialmente era uma balada, mas por iniciativa do Paulo Ferro, leia-se repto, decidimos arriscar por uma abordagem mais acutilante e enérgica a uma temática tão sensível como a de uma relação amorosa que falhou.

Karma, mais uma canção de caracter autobiográfico, e que retrata uma determinada fase da minha vida.

Tantas Vezes, fala de “um não deixar de sonhar”, mesmo quando tudo deixa de ser. [POP | OUVIR]

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.