olhares

OLHARES|"E Tu…Tudo bem?!?" – Cruzumana

Por em 28 Dez 2006

Olhei fundo, de olhos fechados e vi sinceridade…

“Que a humanidade se organize para se defender das ameaças,…
…é compreensível!…
Que a sociedade se segmente e especialize para se defender do seu próprio caos,…
…é inevitável !…
Que o preço a pagar por isso seja a despromoção de indivíduo a peça especializada de uma pretensa máquina social,…
…isso é triste !
…isso é chato !!
…isso é muito estúpido !!!
É imperativo não nos deixarmos ficar tépidos, cinzentos, inertes !
É imperativo não nos esquecermos de quem somos…
…e do que sonhamos !?…
…isso ensina-nos a aceitar as diferenças !
… isso permite-nos traçar o nosso próprio caminho !
…Isso é viver !!
… E tu … Tudo bem?!? “
(Declaração de Princípios – Cruzumana)

Não é comum encontrar por estes dias um disco rock, de forte pendor progressivo, cantado em português – sim, cantado em bom português, capaz de nos fixar do primeiro ao último momento. É preciso gostar, é verdade, mas é possível. Foi; “E Tu…Tudo bem?!?” é a materialização dessa realidade. É por isso e por mais algumas razões, que o álbum de estreia dos Cruzumana, “E Tu…Tudo bem?!?”, é uma mais que agradável surpresa. Admitamos, a surpresa nem é muita, os temas de avanço deixavam já descobrir o que mais tarde apenas se confirmou. Os Cruzumana são Liliana Morgado (voz), Zubi Fernandes (guitarra, voz e percussão), Miguel Martins (guitarra, voz e percussão), Roger Simões Jordão (bateria, pecussão e voz), Pedro Boalhosa (baixo) e Ricardo Miranda (teclados), existem desde 2001 e vivem na outra margem, a sul do Tejo.
A verdade…é que “E Tu…Tudo bem!?!” é um disco corajosamente cantado em português; corajosamente porque é um risco – dizem, porque não é fácil – dizem também e porque é efectivamente um grande desafio – isto, posso dizer eu. Risco assumido, desafio vencido. É uma viagem envolvente, marcada por um feliz jogos de vozes – masculino/feminino, por instrumentais irrepreensíveis e melodias cativantes; a dinâmica da composição faz o resto. Faz bem. Os ambientes criados, a lírica cuidada, a poesia pensada e uma linguagem consequente a colorir toda a musicalidade do disco, dão vida a um som limpo, cru, sem subterfúgios ou invenções mas onde se soltam emoções, sentimentos e histórias com sentido.
Tão verdadeiro é o som de Cruzumana…

Ouvir dois sons de “E Tu…Tudo bem!?!” (também estão mesmo aqui ao lado, na Jukebox)

capa
“E Tu…Tudo bem?!?” – Cruzumana (Rotor, 2006)

01 Ele há dias
02 Saudade de nós
03 Gota d’água
04 Errante
05 Profecia de um mundo
06 Desencontros
07 Bela e o monstro
08 Nós e elas
09 O homem que morreu antes do tempo
10 Flor de Liz

tipo Rock/Progressivo
sítio www.cruzumana.blogspot.com
loja Comprar “E Tu…Tudo bem!?!”: 12,95€

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.