olhares

The Nevermet Ensemble em “Mitsubou”

Por em 18 Jun 2011

The Nevermet Ensemble é um projecto surpreendente; será sempre. Cada vez menos, talvez, é verdade, mas continuará a sê-lo. Não que intrinsecamente tenha perdido valor, nada disso, mas sim porque as condições externas evoluiram e outras experiências vão sendo tentadas num sentido mais ou menos semelhante. Depois, seis anos se passaram sobre “Quarto Escuro” (Rudimentol Records, 2005) e seis anos, são seis anos. Em todo o caso, há coisas que nunca mudam. E em “Mitsubou”, não muda o rigor depositado na construção das 11 faixas que o compõem. Miguel Cabral não faz por menos. Outra vez sem se conhecerem, e com a cobertura das infinitas possibilidades das novas tecnologias, músicos dos quatro cantos do mundo juntaram-se com um objectivo único: fazer música. Miguel Cabral voltou a liderar um processo que iniciou e terminou dando à luz mais uma fantástica peça do experimentalismo nacional; mais ou menos nacional. Miguel Cabral liderou um processo que passa igualmente pela Australia, China, Italia, EUA e Portugal, claro – liderou e produziu. É uma enorme e fantástica aventura experimental, partilhada com Clinton Green, Ioioi (Cristiana Fraticelli), Lynn York, Ronez (Zhou Pei) e S.O.G.T. (Giorgio Viva). À distância, num vai e vem de ficheiros, fez-se arte. Arte da boa.
Muito bom.

Download Legal de “Mitsubou”

capa de Mitsubou
“Mitsubou” – The Nevermet Ensemble (Rudimentol Records, 2010)

01 Dey
02 Riflesso Condizionato
03 Eavesdrop
04 Consider it Fun (Kuai Dian!)
05 Risperidone
06 Segnale Perso
07 Wo Yao Kan Yi Sheng
08 Balaclava
09 A Soon As Probable
10 Riflesso Condizionato II
11 Last in Retroversion

| EXPERIMENTAL |
www.rudimentol.com
www.myspace.com/nevermet

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.