A TROMPA

Disco da Semana


artigos recentes


LIGAÇÕES QUENTES


Arquivo


RECORDAÇÕES|"Porque", porque…

Rui DinisRui Dinis
Que têm em comum Sophia de Mello Breyner Andresen, a Linha Geral e Petrus Castrus (ou ainda o Padre Fanhais)? podia ser uma pergunta do TrompaQuiz, mas não é: “Porque” é a resposta.
Já por aqui passou em tempos, na secção Encontros, mas não resisto a trazê-lo de volta: o poema, agora com música. Belíssimo poema de Sophia de Mello Breyner Andresen, “Porque”, foi já musicado por vários artistas; hoje, gostaria de vos mostrar a dos Linha Geral e a dos Petrus Castrus.
Linha Geral – banda – grande – composta por Carlos Manso (voz e guitarra), Fernando Alvim (baixo), Tiago Lopes (guitarra) e Fernando Soares (bateria), lançou em 1989 pela editora Ama Romanta o seu primeiro e único álbum; um disco homónimo – e fabuloso, onde constava “Porque os Outros”.
Petrus Castrus – banda formada em 1971 pelos irmãos Pedro e José Castro (da qual faria também parte Júlio Pereira, entre outros), editam em 1973 um dos melhores álbuns da música portuguesa, “Mestre” – geralmente assim é apresentado e pessoalmente, concordo. Nele, também o poema “Porque” está musicado.
Para que o possam entoar:

“Porque”

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

No Radio.Blog da Trompa, podem espreitar “Porque” musicado pela Linha Geral e pelos Petrus Castrus.


> Sophia de Mello Breyner Andresen

Rui Dinis
Author

Rui Dinis é um pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado intermitentemente desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Comments 0
There are currently no comments.