termómetro

TERMÓMETRO|Novembro 2008

Por em 5 Dez 2008
Está quase, quase no fim. Aproxima-se o final de 2008 e com ele, vão-se queimando os últimos cartuchos do ano. Eis cinco das boas propostas de Novembro…entretanto já experimentadas:
Gala Drop – “Gala Drop” (Gala Drop Records) – Agora formados por Afonso Simões, Guilherme Gonçalves, Nelson Gomes e Tiago Miranda, os Gala Drop têm no seu novo e homónimo disco uma nova experiência sonora a respirar. Uma coisa de novos ritmos.
Vários Artistas – “O Advento” (FlorCaveira) – A culminar um excelente ano para este colectivo editora, nada melhor que um excelente disco, retrato dessa mesma trupe. Um documento interessante  da FlorCaveira, com Tiago Guillul, Os Pontos Negros, Samuel Úria, Jorge Cruz, João Coração, Manuel Fúria, B Fachada, Guel e Te Voy A Matar à mistura.

Luís Costa & Paula Petreca – “Short Fleeting Moods” (Edição de Autor) – Agora em parceria com Paula Petreca, num projecto de música e vídeo, este traz “seis pequenas canções desenhadas com a simplicidade e beleza melódica a que Luís Costa nos vem habituando. Exercício de melancolia“. É isso.

Zella – “Zella” (Edição de Autor) – Tal como se disse por aqui há dias, o agora quarteto amadorense Zella assentou em definitivo arraiais no campo do rock instrumental. Esta é a primeira ideia.

Vários Artistas – “UPA 2008” (Encontrar+se, Sony) – Chegou finalmente ao fim a epopeia da Encontrar+se e da campanha de sensibilização UPA – Unidos para Ajudar.  Com ele chegou também o registo dos encontros de Xutos & Pontapés + Oioai, Rodrigo Leão + JP Simões, Camané + Dead Combo, Sérgio Godinho + Xana, Tiago Bettencourt + Cool Hipnoise, Mesa + Rui Reininho, Paulo Gonzo + Balla, José Mário Branco + Mão Morta, Boss AC + Mariza, Clã + Jorge Palma.

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.