A TROMPA

Disco da Semana


artigos recentes


LIGAÇÕES QUENTES


Arquivo


CURTAS|Jorge Nunes

Rui DinisRui Dinis
Com passagens por New Connection e Coty Cream, esta mais fugaz, e ultimamente  como parte do colectivo A Naked Lunch e metade da dupla Mouraria Beat Ensemble, foi como Jorge Nunes, em nome próprio, que este entrou de rompante no mundo do netaudio nacional. São já três os registos lançados em 2009: um pela Enough Records; outro pela XS Records; e um terceiro pela catalã Audiotalaia. Jorge Nunes é o convidado de hoje das ‘curtas’:

Jorge Nunes | 34 anos | Lisboa
Música: Ex: New Connection; Ex: Coty Cream; A Naked Lunch; Mouraria Beat Ensemble; Jorge Nunes; entre outros.

01. Um músico de referência:
Sem dúvida o Vítor Rua…

02. Um grupo ou projecto de eleição:
Loosers.

03. Um disco fundamental:
Pergunta muito difícil… talvez o “Bully Bones Of Belgie”, dos Loosers.

04. Uma canção ou tema inesquecível:
Verdes Anos, do Carlos Paredes.

05. O disco que ultimamente mais o surpreendeu:
Hezbollah, a Mix Tape “Entri Lagrimaz e Rimaz”… a descoberta do rap em crioulo… o primeiro tema é fenomenal…

06. O último disco que comprou: Quando?
Zul Zelub, do Jorge Lima Barreto, em Julho.

07. O disco de 2009 que mais gostou:
Difícil de responder… talvez a Mix Tape “Entri Lagrimaz e Rimaz”, pela surpresa.

08 O disco que mais o desiludiu:
“Magnífico Material Inútil”, dos Pontos Negros.

09. A última boa descoberta:
O “Off-Off”, dos Telectu… já de 84, mas descobri há pouco… hipnótico…

10. O último concerto que assistiu ao vivo? Quando?
Os “One Love Family” e “Roda de Choro de Lisboa”, a 2 de Agosto, na Quinta do Sales.

11. O artista ou banda mais importante para a história da música moderna em Portugal?
O Vítor Rua!!!

12. Um disco que se aconselha; livre e gratuito:

O “The Western Lands”, do Tiago Sousa… já de 2008, mas continuo a ouvir em loop… a ouvir!

ouvir ouvir sítio sítio

foto de Jorge Nunes

Rui Dinis
Author

Rui Dinis é um pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado intermitentemente desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Comments 0
There are currently no comments.