especial Featured

Especial: Old Jerusalem em “Twice the Humbling Sun” (2005)

Por em 26 Mai 2016

Em ano de mais um novo e grande disco, “A Rose Is a Rose Is a Rose” [ouvir] , Old Jerusalem será a razão de mais um super-especial n’a trompa. Será o próprio Francisco Silva a falar-nos sobre a sua música, sobre os seus discos, sobre esses dias de feliz criação. A trompa dá o mote, o artista continua…

oldjerusalem

2005
“Twice the Humbling Sun” – Old Jerusalem (Bor Land)

No ano em que João Paulo II morreu, Old Jerusalem

…trabalhava uma vez mais num segundo disco, determinado em que fosse um pouco diferente do primeiro. Pretendia um disco mais despido mas simultaneamente mais denso, menos imediato em alguns aspectos mas mais directo também. Nesse sentido foi interessante que o Rodrigo me tivesse mostrado o desenho da Helena Reis como uma potencial capa para um disco meu, antes até de haver canções gravadas para este segundo trabalho, e que a meu ver ele fosse a ilustração perfeita para o tipo de ambiente que me parecia ter vontade de explorar. O trabalho no estúdio não se tornou substancialmente mais simples ou menos frustrante, mas como em tudo, vamos aprendendo a lidar com essas questões de forma mais natural. Entretanto Old Jerusalem tinha também iniciado uma actividade mais regular em termos de concertos, que eram também nesta fase por vezes penosos, mas nos quais uma vez mais íamos ampliando a rede de “cúmplices” do projecto, o que veio a revelar-se muito importante não só para a criação de um público, mas até mesmo para encontrar e iniciar comunicação com outras pessoas igualmente dedicadas a este propósito de fazer música, o que em distintos aspectos facilitou o modus operandi de Old Jerusalem e da Bor Land.
Mais uma vez, e surpreendentemente, o disco foi muito bem recebido pela crítica, e fomos tocando cada vez mais ao vivo, neste fase ainda em espectáculos a solo ou em duo com o Miguel Gomes (guitarra). Os espectáculos ao vivo eram muitas vezes exercícios “pouco convencionais” de apresentação das canções, desconfortáveis e inseguros, mas quando corriam bem resultavam num nível de comunicação com o público que era muito interessante e enriquecedor.

Francisco Silva

Artigos anteriores:
Old Jerusalem & Alla Polacca em “Old & Alla” (2002) – LER
Old Jerusalem em “April” (2003) – LER

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.