meia dúzia novidades popular

6 discos novos, de Flak a Da Chick

Por em 21 Jun 2015

Aqui vão meia dúzia de disquinhos bem fresquinhos para vocês:

Flak – “Nada Escrito”

Com história feita em Rádio Macau e Micro Audio Waves, entre outros músicas, Flak está de regresso aos discos em nome próprio. Este chama-se “Nada Escrito”. “Sinto estas canções mais próximas da folk, talvez com algumas pinceladas psicadélicas”, revela o guitarrista e compositor” (Flak, nota de imprensa). (Uguru, Sony Music, 2015)

Um Corpo Estranho – “A Velha Ampulheta”

Cerca de um ano depois de terem editado o seu disco de estreia, “De Não Ter Tempo”, os Um Corpo Estranho estão de volta com a edição da banda sonora para a peça “A Velha Ampulheta”.

A Velha Ampulheta

Márcia – “Quarto Crescente”

No passado dia 15 de Junho chegou às lojas “Quarto Crescente”, o terceiro longa duração de Márcia. “Um projecto transatlântico, gravado entre Lisboa e o Rio de Janeiro, no característico registo de intimidade a que as palavras de Márcia nos têm vindo a habituar” (nota de Imprensa). O single chama-se “A Insatisfação“. (Warner Music, 2015)

quarto_crescente

Sandy Kilpatrick – “The Shaman’s Call”

Também no dia 15 de Junho, Sandy Kilpatrick, cantautor escocês radicado há muito em Portugal, editou o seu novo “The Shaman’s Call”. O disco está em audição integral no Bandcamp. (Brandit Music, 2015)

The Interzone – “________”

Os The Interzone acabam também de lançar o seu álbum de estreia, um disco com o pouco sugestivo título de “_______”, um disco que “explora temas relacionados com “a inevitabilidade do tempo” e com as áreas cinzentas e escuras da sociedade” (nota de imprensa).

Da Chick – “Chick to Chick”

Chama-se “Chick to Chick” e é o muito aguardado álbum de estreia de Da Chick. “Do Tha Clap” é o primeiro single. (Discotexas, Universal, 2015)

chicktochick

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Breves do Twitter
PUB
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.