O Palco é Teu

Em palco com Nuno Alexandre Ferreira

Por em 5 Jun 2015

nunoalexandre

NUNO ALEXANDRE FERREIRA

Ano de Formação: 1999

Localidade: Sintra

Composição da Banda:  Solo

Género e/ou Estilo: Alternativo / Post-Punk e Clássico Contemporâneo / Minimalista / Electrónico

Discografia
– No Fim do Mundo 1 (2015)
– No Fim do Mundo 2 (2015)
– No Fim do Mundo 3 (2015)
– For Sara (2014)
– Sons da Adraga – Vol. I (2014)
– Sons da Adraga – Vol. II (2014)
– Sons da Adraga – Vol. III (2014)
– Sons da Adraga – Vol. IV (2014)
– Sons da Adraga – Vol. V (2014)
– Paradigma (2014)
– Warmer After The Rain (2013)
– Black Teardrops (2011)
– The Right Balance (2009)
– Zoological Atractions (2007)
– Os Sonhos da Cereja (2004)
– Mistério (2002)
– Album Instrumental (2001)

Caracterização:
O projecto oscila esteticamente entre a musica alternativa [álbuns com voz: Os Sonhos da Cereja (2004); The Right Balance (2009) e Paradigma (2014)] e a musica clássica contemporânea e minimalista, com uma forte componente de improvisação (a maior parte dos álbuns instrumentais). Também me dedico a uma forma de composição mais tradicional (musica escrita) a qual tem a sua expressão principal em formato electrónico. Fundamentalmente, considerando o meu percurso, já com algum tempo, de criação musical, tenho de certa forma um estilo próprio, no qual, de uma forma um pouco ecléctica, se notam traços dos vários estilos de música pelos quais me interesso e tenho vindo a trabalhar.

Outras informações:
Os álbuns mais recentes concluídos e não editados são:

– Out of The Cage – álbum instrumental a aguardar lançamento. Metade do álbum é composto por improvisações de violino, a outra metade por guitarra.

– Space Dreams – álbum instrumental também a aguardar lançamento. Tem peças diferentes umas das outras, com varias peças electrónicas e um quarteto de cordas (electrónico).

Por outro lado tenho a intenção de fazer algumas atuações ao vivo, centradas ou nos álbuns com voz (Os Sonhos da Cereja, The Right Balance, Paradigma) ou nos álbuns instrumentais (No Fim do Mundo, For Sara e algumas musicas dos outros trabalhos instrumentais). Estes últimos serão essencialmente de guitarra clássica, piano/teclado e guitarra eléctrica, possivelmente com vários espaços de improvisação na actuação.

[FACEBOOK | BANDCAMP]

–>O PALCO TAMBÉM PODE SER TEU. CLICA AQUI!

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Breves do Twitter
PUB
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.