olhares

OLHARES|”180º” – Dixit

Por em 21 Mar 2008

Dois anos após o lançamento do último “Km0”, os seixalenses Dixit voltaram aos discos. E se na sua essência voltaram iguais a si mesmos, a cantar em português, num rock melódico, já na extensão dos arranjos, voltaram melhores – muito melhores. É esta a ideia que nos fica logo após a primeira audição do novo álbum “180º”. A esta ideia não será certamente alheia a participação no disco de outros músicos como o grande percussionista Rui Júnior (O Ó Que o Som Tem e Toca a Rufar), os vocalistas Zé Júlio (Wail), Chaves (Dead Poets), Gilson Gee e Alexandra Guilherme (Ashfield), o saxofonista Sérgio Oliveira ou o quarteto de cordas de alunos da Escola de Música da Nossa Senhora do Cabo – com orquestração de José Rui Fernandes. É um grande passo em frente na carreira dos Dixit.
Editado em Dezembro de 2007 – acompanhado pela remodelação total do site da banda, “180º” marca uma viragem importante no projecto musical dos Dixit. Não na essência – como já vimos, não no género, mas essencialmente na profundidade com que abordam sonoramente a sua música; como exploram subtilmente algumas novas fronteiras, nunca perdendo a sua estrutura rock, ritmicamente pop. Sobre as canções, o grupo explica-as bem: “o conceito das canções é marcado por sentimentos. Começa por temas bastante cinzentos e melancólicos, terminando com músicas positivas e alegres. Uma volta de 180º na melancolia e negatividade“. Uma portugalidade que se mantém nos Dixit.
No fim, o que nos fica do último disco do grupo de Zé Rui – voz e guitarra acústica, Falcão – guitarras, Marinho – baixo – e Nuno Matos – bateria, é o extremo equilíbrio que trespassa por todo o álbum. Não muito extenso, baseado até em várias versões, “180º” faz jus, sempre, à postura rock dos Dixit. Sempre.

P.S.: “180º” teve uma edição virtual, com cinco temas para download gratuito, e uma edição física, com mais quatro versões exclusivas e o videoclip do single, “O Meu Fantasma e Eu” . A versão física só poderá ser adquirido através do sítio oficial da banda.

“180º” (versão virtual).

capa de 180º
“180º” – Dixit (Iman Records, 2007)

01 O Meu Fantasma e Eu
02 Minha Senhora do Rosário
03 Incompatíveis
04 Ancorados
05 180º
06 Incompatíveis (acústico)
07 Minha Senhora do Rosário (crioulo)
08 Ancorados (s dois+saxofone)
09 180º (a três)

tipo Pop-Rock
sítio www.dixitrock.com
sítio dixitmusica.blogspot.com
sítio www.myspace.com/dixit

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.