singles e eps

Cavalheiro em “Farsas”

Por em 5 Nov 2011

Porque depois de um “Primeiro”, sabe sempre bem ouvir o seguinte…
E o seguinte, embrulhado numa lírica e interpretação que mais coisa menos coisa se vão colando à pele deste Cavalheiro, Tiago Ferreira de seu nome, é um disco menos frugal, mais vivo, ilustrado pelo poder incontrolável da electricidade. E para isso, ajudaram Filipe Ferreira (bateria), Gil Amado (guitarra eléctrica), João Moreira (baixo) e João Pedro Gonçalves (guitarra eléctrica). E Tiago Ferreira, claro, que deu voz, tocou guitarras, percussão, bateria e orgão. E deu a alma, num discorrer sobre as  farsas da vida, mentiras onde aqui e ali todos vamos vivendo imersos; aqui e ali. Por isto e por outras coisas, “Farsas” é um disco mais pop, geralmente muito mais rock, buscando mesmo novas alternativas sonoras. Uma procura que culmina com o fantástico “Espiral”, um intenso momento rock a acordar um outro Cavalheiro. Ou o mesmo, mas diferente. Porque há sempre formas diferentes de dizermos e fazermos o que temos para fazer e dizer. Grande momento de um pequeno e belo disco.
Enfim, passa depressa. São apenas quatro temas, o que para aperitivo até nem é mau!

Download Legal de “Farsas”

capa de farsas
Cavalheiro – “Farsas” (Honeysound, 2011)

01 Lado de lá
02 Milhões
03 Nós
04 Espiral

| ALTERNATIVA |
www.cavalheiro.pt.to
www.myspace.com/musicacavalheiro
www.honeysound.com

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.