shots

“AOK” – Angry Odd Kids

Por em 8 Fev 2010

Na senda da juventude…
Um pouco como em Fonzie, onde é baixista, Carlos Teixeira carrega os Angry Odd Kids pelos caminhos da juventude. A grande diferença, é que em Angry Odd Kids o punk-rock é apenas um ponto de partida – pelo menos nesta fase. Para o bem ou para o mal, “AOK” é um emaranhado curioso de influências tão díspares como o punk-rock, o euro-dance ou o hard-rock. O risco é grande mas parece consciente. Figuras de relevo do pop-punk nacional, os Angry Odd Kids são melódicos e/ou robustos q.b., fazendo-o com coragem e em português. Uma palavra para as participações especiais de Hugo Maia (Fonzie), Tó Pica (Anti-Clockwise, RAMP), João Pedro Almendra (Peste & Sida) e dos MCs de Mundo Secreto, entre outros.
Um disco com muito single à mistura…

Ouvir Angry Odd Kids no MySpace

capa de AOK
“AOK” – Angry Odd Kids (Edição de Autor, 2009)

01 La venganza de Megatron
02 Vivo do ódio e do rancor
03 Até morrer
04 Q.P.O.T.
05 Quero parar o tempo
06 Confissões anormais
07 Sempre a correr
08 Dance core Mujahaidin
09 Ninguém consegue ver
10 Visão própria (revolução)
11 Miami vais
12 Sabes bem como sou
13 Tu nunca tentaste
14 Abre os olhos tas parado
15 Há Sempre uma Saída (nova vida) feat. Guilherme
Bonus track
16 Até morrer (remix by M. Teixeira)

género: punk-rock
palcoprincipal.sapo.pt/angry_odd_kids

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.