olhares

The Glockenwise e “Building Waves”

Por em 5 Jun 2011

Estes rapazes são um caso sério; verdadeiramente. E não é por serem especialmente visionários ou coisa parecida, de certa forma, muito pelo contrário. É tudo uma questão de romantismo. Diria que é tudo por causa de uma enorme paixão pelo rock’n’roll. É uma coisa mais pura. Um romantismo expresso com alegria e uma energia inesgotável. Se já o sabíamos dos concertos ao vivo, agora tivemos a confirmação em disco – já tínhamos tido um cheirinho com o EP de estreia. Sim, e não é a mesma coisa, também é verdade. Em todo o caso e mesmo que o álbum não seja extraordinariamente diversificado, é emocionamente ouvir The Glockenwise. É emocionante ver e ouvir aquela electricidade jorrar incontrolavelmente; sentir cantos e gritos levados por uma energia absolutamente contagiante. Mesmo que não seja apenas uma questão de pura energia. Se é importante saber sacá-la, é ainda mais importante saber passar essa corrente e isso, esta rapaziada de Barcelos fá-lo de uma forma já bem adulta e insaciável; de riff em riff, de refrão em refrão, bem martelada e a toda a velocidade. “Building Waves” é uma enorme festa rock’n’roll, uma festa vibrante, aquela que nos é servida pelo grupo de Nuno Rodrigues – voz, Rafael Ferreira – guitarra, Rui Fiusa – baixo – e Cristiano Veloso – bateria. Tudo pelo rock; puro, duro e sentido.
Mas ainda vale a pena todo este romantismo? Claro que sim e os The Glockenwise explicam porquê!

Ouvir “Building Waves”

capa de Building Waves
“Building Waves” – The Glockenwise (Lovers & Lollypops, Vice, 2011)

01 Bardamu Girls
02 Stay Irresponsible
03 Local Song For Local People
04 Columbine (Out Of This Town)
05 Bilhar às Nove e Meia
06 Scumbag
07 Goodbye
08 It’s Not a Dead End But It Certainly Looks Like One

| ROCK | GARAGE |
www.myspace.com/theglockenwise
www.myspace.com/loversandlollypops
www.viceland.com

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.