eventos

ELECTROLEGOS – Festival de Música Electrónica – Lagos

Por em 7 Abr 2014

[NOTA DE IMPRENSA]

De 17 a 19 de Abril, a segunda edição do Festival de Música Eletrónica – ELECTROLEGOS regresssa ao espaço do LAC – Laboratório de Actividades Criativas (ao lado da GNR), em Lagos, com seis concertos e um Workshop, bem como um concerto/performance, que acontece na Galeria LAR (no centro da cidade).

O ELECTROLEGOS traz-nos, de novo, a oportunidade de conhecer projectos nacionais e estrangeiros cuja abordagem ao som tem por base a electrónica e as suas qualidades performativas. Dirigida a públicos de todas as idades, mas sobretudo a um público urbano jovem, esta edição aposta num programa em que participam: a algarvia Teresa Matias, com a inclusão da tecnologia na sua abordagem à interpretação da flauta de bisel; a dupla @C, composta por Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, que vem do Porto para nos dar a conhecer o trabalho que desenvolvem nas artes sonoras há mais de uma década; o alemão Grischa Lichtenberger que mistura fontes analógicas e digitais, esbatendo as suas fronteiras, para criar um som fortemente influenciado pelas paisagens que o rodeiam; o reconhecido músico e produtor japonês Aoki Takamasa, que com a suas batidas vibrantes funky e techo apelam à pista de dança; dois projectos distintos que reunem o francês Pierre-erick Lefebvre e o austríaco Scott Sinclair – The Superusers e Company Fuck vs Jankenpopp, que nos trazem performances audiovisuais carregadas de irreverência; e ainda a performance sonora intitulada “The Third Person” de The Voice in the Bones (Alexandre Oliveira) baseada nas ideias do neurocientista e filósofo cognitivo Thomas Metzinger e a ficção do escritor Thomas Ligotti.

A programação do ELECTROLEGOS inclui, também, um workshop orientado pelo músico Rafael Toral, “Space Program Workshop – Introdução ao fraseado em electrónica experimental”, que acontece entre as 10h30 e as 17h30 no último dia do Festival (sábado 19) no LAC, dirigido a músicos que usam instrumentos electrónicos não convencionais, construidos ou modificados na cultura de hacking ou circuit bending, e levanta questões sobre a sua utilização prática na estruturação do discurso musical individual.

Após a primeira edição em 2013, o ELECTROLEGOS, organizado anualmente pelo LAC e pela casaBranca, afirma-se em Lagos como um espaço privilegiado para a mostra e desenvolvimento projectos de cariz experimental e alternativo, descentralizando o seu circuito de apresentação e oferecendo ao público e artistas partcipação num evento singular a nível nacional.

[SÍTIO]

electrolegos2014

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.