novidades

Júlio Pereira – “Cavaquinho.pt”

Por em 20 Jan 2014

cavaquinho_pt

Anos depois, Júlio Pereira está de volta com o seu cavaquinho de sempre:

CAVAQUINHO.PT será posto à venda no dia 20 de Janeiro e terá o formato de Livro/CD.
Desta vez, os temas são da autoria do compositor, que convida algumas vozes que com ele costumam trabalhar: Uxía, Sara Tavares, Luanda Cozetti.Mas este não é apenas um regresso ao que já era a reactualização de um instrumento tradicional; antes um passo novo para a história do pequeno cordofone que, a partir do Minho, deu a volta a todos os continentes e hoje se afirma como protagonista da música de todo o mundo.
Para além de ser um produto autónomo de criação musical, que se basta a si próprio, CAVAQUINHO.PT é composto por um digibook de 112 páginas, ilustradas e inclui um texto sobre os tempos, modos e lugares em que o pequeno tetracórdio se foi revelando…” E, sobretudo, pretexta duas iniciativas que tardavam:” Nota de Imprensa

Para que se saiba, as iniciativas são o site internacional do cavaquinho e a Associação Museu Cavaquinho. O disco é uma edição da Tradisom. [TRADICIONAL | OUVIR]

TAGS
RELATED POSTS
2 Comentrios
  1. Rui Dinis

    24 Jan 2014

    …e não só na música tradicional, Júlio Pereira está igualmente associado ao lançamento do rock e do hard-rock em Portugal, em projectos como os Petrus Castrus, num formato mais progressivo, e com os Xarhanga, numa sonoridade mais pesada. Marcante.

  2. tiago morais morgado

    24 Jan 2014

    e quase impossível pensar na musica tradicional portuguesa sem referir o trabalho deste grande senhor, pelo que tenho a certeza, mesmo sem ainda ter ouvido com atencao o disco, que o mesmo e, desde ja um dos discos do ano entre tudo aquilo que e editado em portugal

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.