audições

AUDIÇÕES|Schizzofrenik Records

Por em 17 Dez 2007

Nascer, nascer, já nasceu a 27 de Outubro!
É uma nova editora portuense; chama-se Schizzofrenik Records e tem disponível para bel prazer de quem assim o desejar, uma amostra interessante do seu catálogo. A iniciativa chama-se Self-Service Musical e nela são oferecidos downloads gratuitos de todos os projectos a editar nos próximos tempos pela novel editora. Sob a liderança de João Dorminsky – ele próprio músico do catálogo, a Schizzofrenik Records disponibiliza nesta iniciativa, temas de Pi – com uma tripla edição prevista para Janeiro de 2008, Adamastor, SSS, Black Bambi e Punk Androids – enquanto se esperam ainda novidades dos Tigre Deficiente.
Para ter acesso gratuito aos temas, basta uma inscrição na mailing list da editora e aguardar por novidades.

info Inscrever na MAILING LIST.

Adamastor
foto de Adamastor

Os três cantos de Adamastor foram a injecção de adrenalina perfeita para um cansativo fim de domingo. Dizem que “é música para monstros, feita por monstros“; se isso é verdade, o que não me parece, os monstros em causa são João Dorminsky na bateria e João Soares na guitarra, a dupla nortenha que nos oferece três temas num ritmo cavalgante, duro e impetuoso. Não é preciso dizer muito mais, pois não?

Pi
foto de Pi

Porventura a mais completa das propostas; e mais aguardada…
Pi ou apenas j. (a.k.a. João Dorminsky), apresenta-nos aqui uma tripla edição a sair em 2008. Basicamente, falamos de uma obra que se iniciou em 2001, com “Yi”, continuou em 2002 com “Q~td (…)” e terminou em 2003 com “Portfolio”. É isso que Pi nos oferece; um portfolio da sua obra, de matriz electrónica – naturalmente, mas com forte peso de uma matriz exploradora, cruzadora de técnicas e influências diversas. Se “Portfolio” parece bem experimental, já “Q~td (…)” é mais disperso, de batida forte, experimental, acabando mesmo num registo mais étnico. Em “Yi”, é uma raiz mais electro, às vezes até ambiental, que se impõe – no fim. Tudo numa espécie de deambulação esquizofrénica; numa viagem por tantos cenários.
Quase sem rumo definido, apenas pelo prazer de experimentar.

Black Bambi
foto de Black Bambi

Foi de todas as experiências, aquela que me deixou mais…absorvido; “A God with Long Hair” deixou-me assim. Não tanto pela ideia geral da proposta, um rock electrónico com alguma vontade experimental, mas mais pela sua especificidade; melhor, pelos pequenos pormenores que lhe dão cor. Eis o mundo de Miguel Bonneville; a compasso, contrastante, de uma electrónica dissonante com picos industrias – “Motel Hotel”; enfim, interessante.

Punk Androids
foto de Punk Androids

Também de matriz electrónica, Punk Androids é de todas as propostas a mais pesada. Com um peso industrial, Punk Androids vive de um cruzamento sui generis, quase ténue, com outras formas de género e estilo. Estranho cruzamento este, quando se pica o Jazz em “We Search the Light”, ou se desvenda uma personalidade Metal em “Yeah, and So On…”; quase sempre numa espécie de cacofonia electro-industrial. Ou seja, a seguir…

Sarcastic Sound System (SSS)
foto de Sarcastic Sound System

Sobram os dois temas de Sarcastic Sound System (SSS), uma proposta baseada em batidas fortes, num apelo inapelável ao movimento corporal; bem no coração de uma electrónica mais techno. A solução é simples; numa frente psicadélica, tipo ideário progressivo, SSS apela ao corpo, ao balanço, ao suor em bica. Minimalmente forte, minimalmente agitado.

sítio www.schizzofrenik.com
sítio www.schizzofrenik.blogspot.com
sítio www.schizzolive.blogspot.com
sítio www.schizzomais.blogspot.com

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.