olhares

OLHARES|”Lylac” – :papercutz

Por em 13 Jul 2009
“Lylac” prende; surpreende.
Evoluído, “Lylac” deixa perceber facilmente que longe vão os tempos de “Nighttime at the Playgound“, o EP lançado gratuitamente, em 2004, pela netlabel Test Tube. De resto, é absolutamente reconfortante sentir como o novo disco do projecto de Bruno Miguel ocupa com facilidade o espaço disponível, enchendo de prazer quem dele não abdica para respirar; para viver.
Há tempos atrás, dizia que “Lylac” nascia no exacto momento em que a pop se deixava enredar pela extraordinária subtileza de uma electrónica ambiental e experiencial bem gizadas. E aí, a magia acontecia. Acontece mesmo e nem a incrível semelhança de algumas partes vocais com o timbre de Lou Rhodes, vocalista dos Lamb, serve para diminuir o resultado final do trabalho desenvolvido pelos :Paperpcutz neste “Lylac”. Marcado por uma base fortemente electrónica, o que importa aqui ser reforçado é o extraordinário cuidado depositado em todos os arranjos, ao qual se junta um igual cuidado depositado no trabalho de vozes, no timbre e no peso das palavras. Estas, uma responsabilidade quase total da norte-americana Melissa Veras. Ainda no campo das palavras, uma referência especial para os excelentes “Do outro lado do espelho” e “Ultravileta”; excelentes composições com palavras na língua de Camões.
Bom gosto; é o que nos apetece dizer, finda a audição de “Lylac”. Refinada a forma como Bruno Miguel aplica a electrónica num produto pop de feições indie, sem nunca perder alguma da sua veia experimentalista; suave experimentalismo. É este o conceito que faz de “Lylac” uma peça cativante, tal a variedade dos caminhos percorridos pelos seus autores. E assim se percebe algum do reconhecimento internacional já recebido – premiados nos The People’s Music Awards, fruto de um registo feito de melodia, poesia e algum groove, num trabalho de electrónica amplo, minuncioso e eficiente.
“Lylac” foi e é uma aposta da editora canadiana Apegenine Recordings. Uma aposta também nossa.

ouvir

foto dos :papercutz
“Lylac” – :papercutz (Apegenine Recordings, 2009)

01 Intro (Start to play)
02 All we have left
03 Hana
04 A secret search
05 Caught in a halo
06 Lylac
07 A way to emerge
08 Broken treasure
09 Do outro lado do espelho
10 Lost boys
11 The gift of self
12 Ultravioleta
13 … is fading

género: electrónica
sítio sítio

TAGS
RELATED POSTS
6 Comentrios
  1. Aninhas

    2 Out 2009

    Mas obrigado à Trompa por nos (o verdadeiro) mostrar talento Português :)))

  2. Aninhas

    2 Out 2009

    Apoiado!

  3. Joana

    22 Jul 2009

    Sabe bem ler uma crítica assim a um projecto que na minha opinião tem sido bastante ignorado em Portugal. Dentro da electrónica mais pop feita por cá, considero que Lylac é uma pérola. É uma pena que por falta de divulgação não chegue a mais ouvidos, estou certa que ia ser muito apreciado.

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.