curtas Featured

[curtas] Jacketx no encerramento do “Um ao Molhe”

Por em 28 Mai 2015

jacketx Com a festa de encerramento do “Um ao Molhe” marcada para amanhã, no Passos Manual (Porto), a trompa volta hoje à carga, agora com a ‘curta’ de Jacketx.

Como e quando nasceu o ‘projecto’ Jacketx?
O projeto nasceu no início de 2013, numa aula de Oficina de Artes em que tínhamos um exercício que consistia em desenhar a parte gráfica de uma banda. Como acabei o trabalho mais cedo uns dias decidi gravar umas músicas e a receção foi boa. A partir daí apresentei o projeto ao vivo numa exposição dos alunos de artes na escola e senti que tinha margem de progressão. Começou como um projeto que nunca iria sair daquela apresentação na aula, na altura não fazia ideia que daria continuidade a esse trabalho.

Para quem não conhece o teu projecto, escolhe um verbo, um adjectivo e um substantivo que melhor o defina?
Verbo: Abstrair
Adjetivo: Efémero
Substantivo: Noite

Como vai ser em palco, Jacketx “ao molhe”?
Até agora já tive o prazer de partilhar o palco com O Manipulador, numa música (Napoleon) em Santo Tirso, já por algumas vezes a Slide Jane tomou conta dos visuais, tem sido muito positivo. As pessoas têm dançado mas também há momentos mais espaciais e introspetivos. Neste momento encontro-me a apresentar o álbum que saiu em fevereiro, COLATERAL, mas também tento tocar sempre músicas de antigos EP’s e músicas novas que ainda não estão lançadas. Tem sido bom, do meu ponto de vista.

O que podem esperar as pessoas que te forem ver ao vivo? Que sensações ou sentimentos, esperas que as pessoas retirem do teu espectáculo?
Isso já depende de cada um. Eu como nunca vi um concerto de Jacketx não sei. O objetivo é a abstração disso mesmo durante o concerto.

Como vai ser o resto de 2015 para Jacketx? Há novidades na calha?
Para já estou a compor coisas novas, se vai sair alguma coisa não sei, depende como correr. O resto de 2015 é um grande “talvez”.

umaomolhemaio

UM AO MOLHE
Sessão de Encerramento //29 Maio:

22h00 | Dawn:Bird no sítio das almofadas
22h15 | Coelho Radioactivo no auditório
22h45 | Captain Boy no outro sítio das almofadas
23h00 | The Missing Link na cave
23h30 | Blac Koyote no auditório
00h00 | Amador no bar
00h30 | Jacketx na cave
01h00 | LASERS no auditório
01h30 | Twisted Freak na cave
02h00 | daily misconceptions no auditório
02h30 | LASERS (dj set)

 

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.