A TROMPA

Disco da Semana


artigos recentes


LIGAÇÕES QUENTES


Arquivo


Curtas | 2014 com Days of July

Rui DinisRui Dinis

highertrees

“Higher Trees” é o título do novo registo dos Days of July, um EP disponível para download legal e gratuito. Eis a ‘curta’ dos bracarenses Days of July:

Como nasceu o projecto Days of July?
O projecto nasce em setembro de 2012, pouco tempo depois do João Figueiredo e da Joana Jorge se conhecerem num sarau cultural, e descobrirem que tinham gostos e ambições musicais em comum. Assim que decidem avançar com o projecto, juntam-se a eles a Ana João na bateria, e algum tempo mais tarde, já em 2013, o Francisco Carvalho e o Jorge Cruz.

O que move Days of July na música?
Os Days of July aspiram ser uma banda que conquiste o público pelo conteúdo músical, de forma a provocar emoção. Enquanto músicos, pretendemos amadurecer musicalmente, tanto individualmente como em conjunto.

Um adjectivo que caracterize a música de Days of July?
Não será bem um adjectivo: Verão. O que melhor nos caracteriza, numa prespectiva muito íntima da banda, é o calor, a brisa, os cheiros e o sol. É onde vamos beber a nossa inspiração.

Porquê o título de “Higher Trees” para o novo disco?
Higher Trees é o título de um dos temas do EP – que acaba por ser a primeira faixa – e que além de estar de certo modo ligado ao âmago da banda, acaba por simbolizar uma aspiração, um desejo de querermos ser maiores, de querermos crescer enquanto projecto, banda e colectivo, para podermos fazer música que nos preencha cada vez mais, e que ela chegue cada vez mais longe.

Numa frase apenas, como caracterizam o novo disco?
O mais profundo e fresco que há em nós.

daysofjuly

Se tivessem de escolher a faixa que melhor encarna o ‘espírito’ Days of July, qual escolheriam? Porquê?
É uma pergunta complicada, uma vez que todas as músicas contam uma história importante, mas talvez a faixa Childhood. É uma música quentinha de verão, nostálgica e com muitos balõezinhos às cores; talvez a que melhor define o que está por detrás dos Days of July. Um misto da alegria de ser criança com a lucidez de ser adulto.

Apontem duas razões para ouvir – e mesmo comprar – o vosso novo disco?
É algo diferente daquilo que se costuma ouvir e uma ótima companhia para os dias de verão, em que o pôr do sol é cor de rosa e laranja.

O que podem esperar as pessoas que forem ver Days of July ao vivo?
Uma versão ampliada da energia que o EP transmite. Não temos como contorná-lo: se há coisa que gostamos de fazer é tocar a nossa música, e tentamos tanto quanto nos é humanamente possível que o nosso público sinta isso.

Proponham um disco da música portuguesa que vos tenha agradado nos últimos tempos – o vosso não vale?
Um só? Actualmente é complicado escolher um, visto que a música portuguesa está a passar por uma era dourada, e é complicado, entre tanta variedade escolher um que atente a tudo o que se espera de um bom disco. Assim de repente, “2nd Edition”, dos Memória de Peixe, “Clarão”, dos Paus,

Como vai ser o Verão de Days of July?
Arrancámos com a promoção do EP em Julho, dias depois dele ser disponibilizado ao público, com a primeira parte da tour de apresentação, e que já irá passar um pouco por todo o país. Depois continuamos em setembro com a segunda parte. [DOWNLOAD LEGAL]

Rui Dinis
Author

Rui Dinis é um pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado intermitentemente desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Comments 0
There are currently no comments.