crítica

“Reconciliation” – Hipnótica

Por em 9 Mar 2004

Reconciliação.

Suave este ambiente reconciliador.

O suave ambiente reconciliador do som. Hipnótica.

Há discos que nascem assim, como que para nos reconciliarmos connosco, com os outros, com a música, com a beleza desta.

Não é um disco inovador, original naquele sentido mais extremo, é antes de mais um disco, qual objecto agregador de um conjunto de músicas feitas arte. São letras e sons na medida exacta de um certo bom gosto.

Melhor.

“Reconciliation” é um exemplo quase perfeito de um disco criado segundo as regras simples de um extremo bom gosto. De uma sonoridade ambiental, de uma envolvência multinstrumental sublime, uma harpa que esvoaça no espaço, de a cada traço de uma tecla, a limpidez de uma música. Hipnótica. Disco de uma construção musical sensata, bela, de uma lucidez apaixonante.

Para mim e desde já, um dos discos de ano!



“Reconciliation” – Hipnótica (2004/Metrodiscos/Blitz)

01 apart from la folie ordinaire

02 soul rise

03 noboiushi’s private paradise

04 beatness

05 blow up

06 perfect time

07 nibrone

08 slow stages of emancipation

09 voyage to innerself

10 morocco

Sítio:www.hipnotica.net

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Os últimos…de há muito
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.