especial

João Afonso fala sobre “Sangue Bom” – Parte III

Por em 14 Fev 2014

Ler também: Parte I | Parte II |

JOAO 1

Como e quando surgiu a ideia de convidar dois tão proeminentes nomes da literatura lusófona – Mia Couto e José Eduardo Agualusa – para fazerem as poesias do novo disco?
Sou amigo e admirador de ambos. Pela obra que tem, pela forma e conteúdo com que escrevem e pela forma corajosa de serem e estarem. Há uns anos fui inicialmente desafiado pelo Mia em Tondela. Depois o Zé Eduardo Agualusa juntou-se a nós e foi um processo dinâmico e partilhado . É um orgulho e uma honra este projecto ser com eles.
Os temas do amor, da amizade, da fraternidade e da infância, são alguns dos temas das músicas do disco. Houve alguma ligação entre os letristas? Como se gerou este processo?
O Mia Couto e o Agualusa são amigos e partilham o dom de escreverem duma forma mágica, poética e profunda. Esses temas universais, a infância (na grande casa branca) , o amor e desamor, a separação, a terra quente da estrada do Sumbe, a vida no seu mais introspectivo sentido em sementes, a dor e o tempo, etc. São todos poemas com os quais me identifico. 
“Sangue Bom” é também um disco de convidados, um disco de partilha tanta a gente interessante envolvida nele; Stewart Sukuma, Aline Frazão e Fred Martins são apenas algumas das vozes, já que os músicos são inúmeros. Como se conseguiu gerir todo este processo?
O Stewart Sukuma é um dueto especial pois sou de Moçambique e é um amigo e grande artista de Maputo por quem tenho grande admiração. Angola tinha que estar presente na voz (também já com a colaboração de grandes músicos como o Mário Rui) de Aline Frazão , uma voz magnífica e grande compositora e amiga. O Brasil também está presente com o meu grande amigo Fred Martins , também ele grande compositor e cantor. A Galiza também está presente e bem representada com o meu grande amigo Anxo Pintos, grande maestro e músico (Continua…). [WORLD | OUVIR]joaoafonso3

TAGS
RELATED POSTS

DEIXE UM COMENTRIO

Rui Dinis
Portugal

Rui Dinis é um bi-pai 'alentejano' nascido em Lisboa no ano de 1970, dedicado desde Janeiro de 2004 à divulgação da música e dos músicos portugueses.

Disco da Semana
Artigos Recentes
Redes Sociais
Por decisão pessoal, o autor deste blogue não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.